quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Quem quer tramar a TDT?

No passado dia 22 de Janeiro, sensivelmente a meio da tarde, começou a circular a notícia de que a Portugal Telecom tinha pedido a revogação das suas licenças para os canais pagos da TDT. Na prática isto significa que a mesma desistiu de lançar o seu projecto de TDT paga.

Importa recordar que este projecto envolvia largas dezenas de milhões de euros e, acreditando no que foi anunciado, teria grande impacto na sociedade e em vários sectores da economia portuguesa.

Desde então tenho aguardado por mais informações nos canais de televisão (que são parceiros da PT na TDT). Em vão! Zero!

Entretanto a Anacom informou ontem que aceitou o pedido da PT e que iria devolver a caução de 2.5 milhões de euros entregue aquando da candidatura ao concurso da TDT paga.

Como é possível que o cancelamento de um projecto de investimento desta dimensão e com este impacto na sociedade e na economia não seja notícia em nenhum telejornal? Não terá relevância noticiosa?

A radical alteração do modelo de oferta da TDT portuguesa não é notícia? Como é possível que tenha passado ao lado das televisões? Será uma matéria demasiado sensível? Incómoda?

O facto de as televisões (RTP, SIC e TVI) terem com a PT uma relação de dependência, estará na origem deste silêncio? Existirá algum acordo para “abafar” esta notícia?

Terá sido mera coincidência que a notícia tenha saído a público ao final da tarde de uma Sexta-feira?

A ocultação selectiva de informação não será um caso de manipulação da opinião pública?

O silêncio das televisões é mais uma evidência (como se de mais houve-se necessidade), da falta de isenção dos principais media portugueses! É o resultado da completa submissão aos poderes político e económico. Os órgãos de informação são, também eles, por omissão (pelo menos), co-responsáveis pelo estado a que chegou o processo de introdução da televisão digital terrestre em Portugal. Não questionam, não investigam, não informam, não criticam.

Agora seria o momento oportuno para os principais actores desta péssima novela responderem a algumas questões. Mas, ou ninguém quer fazer as perguntas ou, não há ninguém disponível para responder. Típico… então faço-as eu!

Ninguém se interroga porque motivo se, desde Abril de 2009, a PT vem dizendo que o projecto iria ser reformulado, a ERC, a Anacom ou o Governo não se manifestaram imediatamente, pedindo esclarecimentos? Publicamente não são conhecidas quaisquer tomadas de posição. Alguém tem conhecimento?

E porquê aguardar praticamente até ao final do prazo legal para pedir a revogação das licenças? Não terá sido um expediente para tentar inviabilizar ao máximo a abertura de novo concurso?

Cada vez mais, na política e nos negócios, as tácticas manhosas são praticadas na mais completa impunidade.

Em projectos desta importância nada acontece por acaso, não pode. Por tudo o que tem sucedido neste processo de introdução da televisão digital terrestre, e que tem sido relatado e debatido neste Blog, estou hoje convicto que a TDT segue um guião “paralelo”. Esta terá sido apenas uma das “cenas” principais. Infelizmente, nesta triste novela, como em tantas outras, a maioria dos portugueses limita-se a assistir e, consequentemente, não tem influência na evolução da história.

É minha opinião que, para afastar polémicas, muita da informação relacionada com a TDT tem sido e continua a ser deliberadamente deturpada e ocultada. Com grande eficácia pois, infelizmente, apenas uma pequena minoria está a par do que se tem passado com a televisão digital terrestre portuguesa e das consequências para o futuro.

Em muitos países a TDT (gratuita e paga) é um grande sucesso: Espanha, França, Itália, Reino Unido, etc. Isto, porque foram tomadas as decisões acertadas, houve um planeamento cuidado, divulgação e, sobretudo, houve respeito pelo consumidor. Em Portugal, é o desastre que está à vista de todos. Nem os erros cometidos no passado recente por alguns países demoveram os “responsáveis” portugueses de trilhar um caminho que à partida se sabia terminar num beco sem saída. Mas, quem sabe se o estado de coisas actual afinal não interessa a alguém?

Por cá, debate-se o mesmo tema na rádio ou na TV, n vezes, até á exaustão! De TDT nunca ouvi falar! Por cá, tal como nas sociedades com alto défice democrático, a Internet tem sido o único espaço onde os cidadãos podem aceder a alguma informação, conhecer a verdade e, fazer ouvir livremente a sua voz a respeito desta matéria. Pena é que, apenas uma pequena minoria faça alguma coisa para tentar inverter este estado de coisas. Uma coisa é certa, no final os portugueses vão ter apenas aquilo por que lutaram ou, o que é o mesmo, aquilo que merecem.

Notícias relacionadas:

5 comentários:

Márcio Santos disse...

Excelente post! Parabéns!

Conclusão: A TDT está arrumada!

Well Done PT!

gentil79 disse...

Yagi: Sem espinhas. uma argumantacao forte e sustentada. Que tal expor esta situacao á associacao de telespectadores? Esta associacao manifesta-se muitas vezes contra certos programas, mas nunca uma posicao sobre a TDT. Afinal, eles sao a unica voz reconhecida no que toca ao consumo de Tv em Portugal.

Hélder disse...

Passou ao lado porque muito poucos sabem do que se está a falar. Há tempos tuitei uma jornalista da RTP-N a pedir mais notícias sobre ciência. A resposta foi taxativa: não há audiências, pelo que não é relevante.

A menos que alguém encontre um saco de dinheiro a passar de mãos ou tenha acesso a escutas incriminatórias, não estou a ver como isto pode ter impacto na comunicação social.

Miguel Couto disse...

Caro Yagi,

Aplaudo de pé e sem qualquer tipo de ironia ou mesmo cristica critica destrutiva ao seu comentário. Dou-lhe toda a razão sem tirar uma vírgula no que disse porque a realidade é esta. A PT faz actividade de merceeiro porque quer ter lucros e não prejuizos. Se a TDT paga é o que é então a TDT gratuita é pior o cenário. Ainda hoje recebi um contacto de um («hipotécicamente» com uma falsa licenciatura de engenharia) Coordenador pelo projecto TDT gratuita a que nos explique porque razão que um emissor a 4 quilómetros de uma população de cerca de 70 mil habitantes na Área Metropolitana de Lisboa não têm TDT a 100% e sabe qual foi a justificação? Que nenhum emissor pode garantir sinal de televisão digital «indoor»! O que significa que as antenas interiores «não prestam» e passa a ser uma invenção para o lixo que poderia poupar uns euros para a carteira de muitas pessoas para colocarem uma antena exterior. Quando questionei se sou obrigado a ter uma antena exterior, a resposta é não mas no meu caso sou. Ora se em sinal analógico consigo ver televisão normalmente, apesar da chuva, porque em TDT não vejo. Justificaram-me que os dois emissores que se enquadrariam para a minha zona seria o Barcarena (o correcto apesar de não estar em Barcarena efectivamente) ou do Monsanto. Enfim... numa guerra de palavras e de faltas de respeito pelos cidadãos eu pessoalmente farei chegar uma denuncia ao Gabinete do Ministério das Obras Públicas a pedir explicações das exigências que não se enquadram no caderno de engargos que a ANACOM desenvolveu para o processo de atribuição de licença da TDT gratuita.
Eu pessoalmente estou do seu lado e sou um desses resistentes que vai acompanhando este descalabro de evoluções e dos «marabalismos» que sucessivos governos socialistas desenvolveram com a «poitiquisse» da internet acessivel para todos e um serviço de televisão digital para todos.

Helder disse...

Palavras para quê,a este post não tenho nada a acrescentar tudo nele dito é a pura verdade,já me tenho questionado como é que os ditos parceiros na TDT que são os canais não divulgam a progressão da cobertura da tdt.
Não sei se se recordam aquando das 1ªs emissões da SIC e TVI isto em 92 e 93 era muito comum os ditos canais entre spots publicitarios informarem os telespectadores dos novos emissores em funcionamento e respectivas localidades servidas por eles,alias metedo que a RTP mais tarde veio a copiar e adoptar tambem.Porquê que agora com a TDT nada se faz?.
Ninguem sabe o que é isso de TDT,a PT gasta balurdios a pagar aos gatos para fazer publicidade ao meo cada vez que metem um canal na grelha e á tdt nada,o proprio site da pt está parado no tempo a lista de emissores é a mesma á meses e de lá para cá já entraram uma serie de emissores em funcionamento, liga-se para o numero gratuito ou dito de apoio tecnico e pergunto qual o emissor para onde devo orientar a antena e ninguem sabe dizer porque simplesmente se guiam pela tabela e nem eles sabem que zonas cobre cada emissor, só para acabar á dias estive a ver o site da xunta de galicia e é apenas o site do governo regional não da empresa distribuidora e dá gosto ver o que é publicado de modo a incentivar e ajudar a população a migrar para a tdt para alem da vasta informação disponivel de cada emissor e conselhos servidos.

Mais uma vez parabens YAGY