sexta-feira, 3 de outubro de 2008

TDT DX: A Galiza aqui tão perto...

Enquanto a TDT portuguesa não dá sinais de vida, tem sido interessante acompanhar a TDT espanhola durante os períodos de propagação troposférica favorável a partir da Galiza.

Estas propagações anormalmente favoráveis também conhecidas por tropos, permitem a recepção de emissões muito para além da zona de cobertura dos emissores e normalmente ocorrem com maior frequência e intensidade durante os meses de verão. Em 30 de Junho, noticiei aqui uma dessas propagações com algumas fotos e um vídeo.

Agora que o verão acabou e a actividade tropo acalmou, aqui ficam mais algumas fotos da TDT oriunda da Galicia (Pontevedra) feitas em Julho e Agosto. A grande novidade (em digital) foi a recepção do Mux 66 (SET, TeleDeporte, etc). Em analógico foi possivel receber emissões desde Coruña - Ares, a mais de 330 Km.

Do visionamento de algumas destas emissões não posso deixar de especular sobre a qualidade técnica da futura TDT portuguesa. É que o digital não faz milagres. A TDT permite difundir imagem e som de grande qualidade mas há que salvaguardar duas condições fundamentais:
  1. Disponibilidade de débito (bitrate) suficiente para o tipo de emissão em questão. Infelizmente a tendência parece ser a de tentar “meter” o maior número de canais possível dentro dos mux’s à custa da qualidade de imagem.
  2. Qualidade vídeo do material a emitir. A compressão digital origina perda de qualidade. Esta perda de qualidade torna-se inaceitável quando o material original a emitir já foi sujeito a um nível de compressão elevado.

Em Portugal, um mau exemplo de utilização de compressão digital pode ser visto durante o programa Portugal em Directo da RTP1. A falta de resolução é evidente e olhando com atenção podem ser detectados artefactos de compressão. Se esta emissão for introduzida, tal como está, num mux digital, sujeita a mais uma etapa de compressão, a qualidade final será ainda pior!

Vamos pois esperar que todos os canais disponibilizem à PTelecom um sinal de alta qualidade, pois só assim será possível desfrutar devidamente a TDT.

Algumas fotos da TDT tiradas durante as tropos:


Notícias relacionadas:
TDT Espanhola recebida a +270Km
TDT Espanhola recebida a +200Km

18 comentários:

Yagi disse...

Correcção:
A segunda foto referente à TVE2 é de uma emissão analógica.

Sergio Denicoli disse...

Olá Yagi,

Tentei mandar-lhe um email, mas o endereço que está disponibilizado no blog não está a funcionar, pois recebi as mensagens de volta. Há algum outro endereço para o qual eu poderia escrever-lhe?

Cordial abraço

oportosat disse...

Sem duvida espectacular os resultados que obtem,qeu estou em Sm Feira e tdt é uma miragem,já tentei com várias antenas e nada,só resultados pobres,a analógica vai dando mas digital...
Com que sistema obtem tal maravilha?
cumps
deixo o meu endereço caso queira partilhar endereços de blogs
www.satmedia.blogspot.com

issope disse...

Se passar por Elvas, tenho muito gosto em lhe mostrar como num bairro de "sombra", se captam perfeitamente todos os multiplex a partir de Montánchez/Cáceres a 80 Km de Elvas com 1000 kw de potência, enquanto a partir de La Luneta/Badajoz a 15 Km de Elvas, com 20 kw de potência, em "zona de sombra" também nada se capta!
96 572 07 30

ou

viuvo-alegre@live.com.pt

Yagi disse...

Correcção do e-mail:

Por lapso o endereço de e-mail na homepage estava errado.

O endereço correcto é: tdtportugal@gmail.com

Yagi disse...

Obrigado pelos comentários.

A recepção a grande distância da TDT espanhola é possível, como demonstrei. No entanto, no meu caso, lembro que se trata de recepção muito ocasional, devido às grandes distâncias, à fraca potência e localização dos emissores e interferência de alguns emissores e retransmissores portugueses. Em locais mais próximos da fronteira (Norte, Alentejo, Algarve), torna-se mais fácil e já muitos portugueses recebem a TDT com regularidade.

Yagi disse...

A potência da TDT a partir de Montanchez é de 1Kw = 1000W.

Ed disse...

Eu recebo a TDT Montachez a cerca 130 km,na zona de Idanha-a-Nova num local baixo, onde a recepção a emissao analogica se recebe mas com algum grao. Mas pelos testes que fiz, eu recebo a TVE2 em 23 UHF com sinal 60db e Antena 3 em 59 UHF com sinal 55db.
Em Digital recebo no canal 63UHF o Mux TVE com sinal 45db, e no 69UHF Mux Telecinco cm sinal 41db.

No analogico o valor limite sao 65db, abaixo dos 65db começa a ver o tipico grao.
No digital o limite sao os 40db. Abaixo dos 40db e a pixelização.
Resumindo e necessario ter menos sinal para poder ver boa imagem
em digital.
Nao se esquecam que as frequencias no limite na banda, a onda tem uma progagação mais dificil, logo ha menos sinal disponivel. As frequencias da TDT de Montachez estao no 61,63,66,67,68,69 UHF estao no limite do UHF.
Se quizerem um bom material para receber a TDT Espanhola aqui fica
1º confirmar se recebe a emissao dos canais em analogico. Nem que seja com muito grao.
Usar antena televes dat75 com ganho 19db no canal 60 UHF, tem um maior ganho nas frequencias limite UHF.
Usar MRD, adaptador que se coloca na antena dat 75, que atenua o ruido e tem um ganho de mais 14db.
E um amplificar de mastro o mais proximo da antena. Existe um da televes com 41 db de ganho.
Em caso extremos podem colocar duas antenas dat75 em paralelo ligado a um amplificador de mastro com 2 entradas uhf.
e o melhor material que conheco para recepçºao digital... Olhem que ja montem muitos sistemas digital no Alentejo e na Beira Baixa

petric disse...

Bom dia,

Este blog está excelente!
Eu vivo em Bragança a escassos 30/40km da fronteira com nuestros hermanos e por aqui ainda não se fala muito da TDT Espanhola.
Em analógico recebemos muito bem os canais TVE1, TVE2, CUATRO e com algum grão TeleCinco e Antena3.
Gostava de saber quais serão as possibilidades de captar TDT e qual a melhor maneira para o conseguir!
Muito Obrigado,

petric.

Yagi disse...

Boas Petric,

Eu não sou dessa zona, por isso é dificil dar uma resposta. Mas consta que já se recebe a TDT espanhola em Bragança! Há um emissor em Zamora, mas não sei se é esse que chega aí. Dado que essa zona é muito montanhosa, é complicado, pode haver zonas onde o sinal chega e outras algumas centenas de metros ao lado onde não chega.

A melhor opção será utilizar um mastro alto, com antena de alto ganho, indicada para TDT e com pré-amplificador. Isto se não tiver nenhum prédio ou montanha próximos na direcção do sinal. O melhor será aconselhar-se com um bom técnico instalador de antenas.

ra20 disse...

Bom dia

Gostaria de sabar se na cidade de Viana do Castelo é possivel receber a TDT espanhola. Vivo a cerca de 25km do emissor de La Guardia mas não consigo captar nada.

Muito obrigado

Yagi disse...

TDT Espanhola em Viana do Castelo:

Desconheço se é recebida nessa zona. De qualquer forma há dois emissores próximos: Monte Tecla e Tui. Os dois são de baixa potência. O maior problema é o terreno acidentado dessa zona. Mas acho que vale a pena tentar captar Tui, desde que se more em local elevado e sem obstrução na nessa direcção.

Fontinha disse...

è possivel captar a TDT Espanha em Matosinhos?

Obrigado

Yagi disse...

TDT Espanhola em Matosinhos?
NÃO!

Yagi disse...

TDT desde a Peña de Francia (Salamanca):
Para além do Mux regional da Extremadura é desde Agosto emitido também o Mux MFN com os canais públicos La1, La2, 24h e Clan. Recepção confirmada desde o Sabugal.

João Manuel disse...

Quem esta na costa sul da Madeira apanha TDT Espanhola (Canarias).

Anónimo disse...

Será possivel recepcionar a TDT Espanhola na zona de Sagres (algarve) desde o emissor de JEREZ DE LA FRONTERA????? São mais ou menos 250 Km, sobre o mar.
Moreno

Yagi disse...

TDT ES em Sagres desde Jerez de La Frontera não deverá ser possível. Demasiado distante, o centro emissor de Jerez de La Frontera utiliza baixa potência e está a uma cota muito baixa.