quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Como receber RTP 3 e RTP Memória na TDT

A RTP 3 e a RTP Memória ficaram hoje disponíveis na TDT. A disponibilização na Televisão Digital Terrestre acontece após uma longa luta iniciada em 2009 pelo blogue TDT em Portugal que, através de uma petição pública, participação em consultas públicas, contacto com governantes e políticos da oposição, movimento para abordagem do assunto no programa "A Voz do Cidadão" e insistentes criticas e denúncias neste blogue, procurou sensibilizar a classe política, a administração da RTP e a sociedade civil para o erro e a injustiça de não se alargar o acesso da RTP 3 e da RTP Memória a todos os cidadãos. A partir de hoje, colhemos todos o resultado dessa luta!

Há + RTP na TDT


Como receber a RTP 3 e a RTP Memória na TDT
Como já havia informado (e ao contrário do que a RTP informa nos spots de promoção transmitidos nos novos canais), para receber a RTP 3 e a RTP Memória poderá ser necessário efectuar uma pesquisa de canais nos televisores ou receptores de TDT. Essa pesquisa deverá ser preferencialmente manual no canal (frequência) que se recebe melhor no local de residência. A opção está acessível no menu de instalação, contudo o procedimento exacto varia de equipamento para equipamento. A título de exemplo, exibe-se uma pesquisa no canal 46 realizada num receptor. Em caso de dificuldade deverá consultar o manual de instruções do equipamento ou um técnico.

Pesquisa novos canais TDT RTP 3 e RTP Memória

Como receber a RTP 3 e a RTP Memória via satélite (TDT Complementar)
A RTP 3 e a RTP Memória está também disponível via satélite na designada "TDT Complementar". Os canais são disponibilizados de forma automática pelo que não será necessário efectuar qualquer pesquisa.

Como receber a RTP 3 na Europa, África, Américas e Ásia
A RTP informou que a RTP 3 ficaria disponível em sinal aberto, primeiro nos Estados Unidos e depois na Europa e, após analise do eventual interesse, noutros mercados. Na Europa a RTP 3 está já disponível através satélite Hispasat (satélite utilizado pela ZON e MEO), com os parâmetros de sintonia: 10730H, 27500, 3/4, dvb-s2 8psk. A cobertura do satélite permite a recepção em toda a Europa, norte de África, Madeira, Canárias e Açores. No entanto, à hora em que escrevo este post a emissão ainda está codificada. Nota: este poderá não ser o satélite definitivo para distribuir a RTP 3 na Europa. Faria todo o sentido utilizar o mesmo satélite (posição orbital) actualmente utilizado para difundir a RTP Internacional ou seja, o Hotbird.

Ao contrário do anunciado, tudo indica que a RTP 3 ainda não está disponível para as Américas, pelo menos através do satélite Intelsat 34 (55,5 W). Relativamente aos Estados Unidos, a RTP informou que também iria distribuir a RTP Açores e a RTP Madeira. 

Para África, também ainda não há sinal da RTP 3 através do satélite Intelsat 907 (27,5 W).

Uma luta longa
Enquanto cidadão e autor do blogue TDT em Portugal, remei contra a maré e "desmontei" os argumentos apresentados por aqueles que se opuseram ao acesso de todos os cidadãos a todos os canais do serviço público em sinal aberto. Através do blogue TDT em Portugal procurei fazer o que os meios de comunicação social tradicionais infelizmente não souberam ou não quiseram fazer: disponibilizar informação correcta e completa sobre a TDT, expor os jogos e interesses ocultos e as insuficiências e falhas da regulação. Essa comunicação social falhou também nos seus deveres ao não noticiar o movimento público de apelo à disponibilização da RTP Memória e da RTP Notícias (actual RTP 3 e ex. RTP Informação).  

A RTP reconheceu finalmente que é sua obrigação levar todos os conteúdos da RTP a todas as pessoas (como o blogue TDT em Portugal sempre argumentou). Recordo que ainda não há muito tempo atrás, a RTP era de opinião desfavorável à disponibilização da RTP Informação e da RTP Memória na TDT. Justiça seja feita, finalmente temos um Governo que cumpriu com o prometido.

Tal como o blogue TDT em Portugal há muito havia contestado, provou-se que eram falsos os argumentos segundo os quais a disponibilização dos novos canais na TDT implicariam a duplicação dos custos e a perda das receitas geradas pela presença nos operadores de TV por subscrição. O blogue TDT em Portugal havia afirmado e, ao contrário do que alguns políticos (e pelo menos um responsável da RTP) pretenderam fazer crer, o presidente do C.A. da RTP confirma que não haverá duplicação dos custos de emissão do sinal, não haverá a perda da receita dos operadores de TV por subscrição e todos os canais da RTP continuarão disponíveis em todos os operadores. Era o que se esperava de uma equipa de gestão minimamente competente.

Talvez num último gesto de hipocrisia, aqueles que se opuseram, conspiraram e ameaçaram utilizar os tribunais para manter os seus privilégios e condenar Portugal a ter a TDT mais pobre da Europa, reivindicam agora também para si a redução do preço que a distribuição de um maior número de canais públicos no multiplex agora permite. Veremos como se "comportam" daqui em diante, nomeadamente no concurso para os dois novos canais privados a lançar no próximo ano.

Já temos mais RTP na TDT! Venham outros...

Alguns posts e docs relacionados:

8 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado por tudo!

Juntos somos mais fortes. Obrigado pela sua luta!

Miketek disse...

É realmente caricato quando se relembra esse pormenor (2009!). Parabéns uma vez mais...

Yagi disse...

Que descaramento do CDS/PP!!! Em Março de 2012 votaram (com o PSD) contra a disponibilização da RTP Memória e da RTP 3 na TDT. Até disseram que nada garantia que os portugueses queriam os canais na TDT. Agora dizem que os canais demoraram muito até ficarem disponíveis, mas não foi por motivos políticos! HIPÓCRITAS!
Leiam a notícia aqui.

A jornalista deveria logo ter questionado: então por que votou o CDS CONTRA a disponibilidade dos canais na TDT?!
É por esta e por outras que estes tipos se safam e o povo tem que gramar com eles.

Joaquim Machado disse...

O meu profundo reconhecimento pela sua luta, com a qual estive sempre solidário, nas palavras e nos actos. Até hoje, e no futuro, não subscreverei qualquer serviço TV para não alterar a estatística dos pobres e dos ricos que vêem TV. Este é um argumento em que devemos pensar, quantos mais virem TDT mais consistente ela se torna. Por isso, também defendo, que a Internet fixa, a fibra e o adsl, deveriam ser contratados sem o aditivo telefone e/ou TV, assim, os Clientes não seriam seduzidos para subscrever a Televisão. O Triplay é uma grande astúcia para a subscrição de Televisão. Obrigado.

Da Costa Carlos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yagi disse...

Em caso de dificuldade na recepção dos novos canais, a RTP aconselha contactar o operador da rede TDT (terrestre ou satélite) que é a MEO. Tel.: 800200838.

André disse...

Yagi, o CDS é o partido da tanga popular. Naquela altura recebiam milhões para irem participar em congressos e apresentações das operadoras de cabo. Daí que votaram contra e continuaram a ser contra... até que o governo lhes espetou com a decisão na cara sem poderem fazer nada contra. Como viram que a população mais idosa os começou a ignorar, vá de mudar a ideia e fazerem-se de "virgens arrependidas" a clamar que sempre foram a favor mas, que foram outros que não deixaram. Já são milhentas situações em que esse grupo de pessoas faz o mesmo. Por isso é que são o 2 partido mais rico do país, ainda longe do PSD mas, à frente do PS.
E nem vale a pena discutir com eles, que sabem mentir com mais dentes do que tem na boca. Pelo menos o PSD manteve-se ligado ás operadoras de cabo e votou contra a entrada dos canais, tal como tinha feito anteriormente. O Poiares Maduro teve a mesma ideia do António Costa mas, ter passado uma noite sem dormir a receber chamadas dos operadores de cabo a avisarem que iriam sabotar a RTP de forma a acabar com a estação pública de televisão, esqueceu o assunto na manhã seguinte.
Agora é esperar pela abertura do concurso público, provavelmente virado para canais temáticos, nos próximos meses. Lá para o Verão, se tudo correr bem, teremos mais 2 canais no MuxA.

Anónimo disse...

Motivado pelos 2 novo canais na sexta feira lá fui à loja MEO comprar o kit TDT Complementar por 77€, e estranhei ser uma caixa de cartão branca com um autocolante do MEO igual às que utilizam no serviço pago para os equipamentos recondicionados (que já estiveram ao serviço em casa de um cliente)

Pedi para tirar o receptor da caixa para ver o equipamento mais de perto, e apesar de ter um plástico colado na parte frontal para simular que era novo a caixa estava toda amolgada cheia de riscos e até migalhas de comida tinha. O funcionário disse que todos os que tinham estavam em caixas brancas e nunca tinha tido receptores novos para venda. Ainda abriu as outras caixas mas estavam no mesmo estado (via-se claramente que eram usados).

Já não basta não ter cobertura TDT terrestre e agora ainda me querem vender um equipamento usado, o qual nem sei quantas horas de utilização já teve, é que o material electrónico também se desgasta principalmente devido ao calor gerado em funcionamento.

Pedi o livro de reclamações, por tentarem vender equipamento usado fazendo-o passar por novo.

Mais alguém já se deparou com esta situação ?