quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

PTelecom não irá subsidiar adaptadores para a TDT

Segundo noticia publicada no portal Sapo (pertencente ao grupo PTelecom), sob o título "A sua TV é compatível com a TDT?", também a Portugal Telecom não irá subsidiar a aquisição dos adaptadores necessários à recepção da TDT Portuguesa.

Recorde-se que também o Governo parece já ter afastado essa possibilidade, pelo menos para o próximo ano, porque não há verbas atribuidas para o efeito na proposta do orçamento de Estado para 2009.

Citação:

A Portugal Telecom, que ganhou a licença de TDT, já confirmou porém que não tenciona subsidiar estes aparelhos, pelo que terão de ser os utilizadores a pagar - a pronto ou em mensalidades - as set-top-boxes, num modelo de comercialização e preços que ainda não estão definidos.

Estranha, esta posição, pois aquando da apresentação da sua candidatura a Portugal Telecom referia, em Abril e passo a citar:

A candidatura assenta, ainda, uma oferta de conteúdos alargada e de qualidade (cinco canais de sinal aberto e no Pay-TV até 49 canais – três em alta definição, três canais em português e espaço reservado para dois canais regionais), e a massificação da TDT (criação de um Fórum para promoção da TDT e política de subsidiação de equipamento).

O que aconteceu à politica de subsidiação de equipamento? Não haverá subsidio, nem para as famílias mais carenciadas?

A confirmar-se esta notícia acho que estamos perante um verdadeiro escândalo e os concursos para a TDT terão sido pouco mais do que um embuste!

Actualização 10/12/2008:
De acordo com o artigo 12, nº 1, alínea f do direito de utilização de frequências do Mux A emitido pela Anacom em 9/12/2008, a PTelecom estará obrigada, a:

«Subsidiar a aquisição de equipamentos de recepção, nos termos da proposta apresentada, designadamente por parte de cidadãos com necessidades especiais, grupos populacionais mais desfavorecidos e instituições de comprovada valia social, até à cessação das emissões televisivas analógicas terrestres.»

Portanto, pelo menos parte da população deverá ser contemplada com a subsidiação do equipamento de recepção e a notícia do Sapo parece ser (pelo menos em parte) desmentida pelo documento da Anacom.

Actualização 10/12/2008 14:25
A PTelecom vem agora por intermédio do portal Sapo informar que irá investir 15 milhões de euros na subsidiação de equipamentos.

Links:
Portal Sapo: A sua TV é compatível com a TDT?
Apresentação da proposta da PTelecom para a TDT

5 comentários:

Anónimo disse...

E que tal uma ajuda nos modelos existentes que já suportam a TDT?

Anónimo disse...

Perdoem a pergunta de alguém que não percebe muito do assunto, mas ao comprar-mos uma TV compatível com mpeg4 não perdemos a possibilidade de gravar programas, as emissões de rádio (se existirem), e todas as possibilidades das set-top boxes?
Consigo ver a desvantagem de obrigar a ter boxes junto do 2º ou 3º televisor lá em casa, mas honestamente a maioria dessas TV's são normalmente CRT (pelo preço) pelo que aí mpeg2 ou mpeg4 é irrelevante.

Yagi disse...

Normalmente, é sempre possível gravar programas ligando uma das saídas do televisor ao gravador. O mais prático é ter um televisor com a função PVR (gravação).

Para quem prefere utilizar uma set-top box é indiferente se o televisor é MPEG-2 ou MPEG-4, ou se não tem TDT, porque a recepção passa a fazer-se pela set-top box.

Não é indiferente o sistema ser MPEG-2 ou MPEG-4 devido à enorme diferença de preço entre os adaptadores mpeg-2 e mpeg-4, a multiplicar pelo número de televisores a adaptar!

Gentil79 disse...

Comunicado da ANACOM publicado hoje sobre a atribuicao do plano de frequencias do MUX-A, canais nao pagos. segundo esta deliberacao, a PT fica obrigada a subsidiar os equipamentos receptores a camadas de populacao mais desfavorecidas, cidadaos com necessidades especiais e instituicoes de caracter social. http://www.anacom.pt/streaming/TDT_delib91222008.pdf?contentId=764139&field=ATTACHED_FILE

Yagi disse...

Obrigado.
A notícia já foi actualizada.