quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Apagão analógico em Lisboa afecta 2 milhões de pessoas

O “apagão” do sinal analógico de televisão chega hoje a Lisboa, com o desligamento do emissor de Monsanto. Este emissor é um dos mais potentes e importantes do país e serve, não só a cidade de Lisboa, mas também muitas outras localidades. É também a partir do Centro Emissor de Monsanto, que o sinal de todas as estações de televisão nacionais é distribuído para o resto do país. Para além do emissor de Monsanto serão desligados vários retransmissores: Areeiro, Barcarena, Caparica, Carvalhal, Cheleiros, Estoril, Graça, Montemor-o-Novo, Odivelas, Sintra, Malveira, Sobral de Monte Agraço, Coruche e Cabeção. Com este “apagão”, marcado para as 11 horas da manhã, serão afectados os distritos de Lisboa, Setúbal, Santarém e Évora.

Nalguns casos será necessário reorientar as antenas de recepção porque alguns dos emissores da Televisão Digital Terrestre estão localizados em locais diferentes dos emissores e retransmissores analógicos.

Em termos de população afectada será o maior apagão da migração para a TDT, cerca de dois milhões de pessoas segundo a ANACOM. Segundo dados divulgados pela mesma, no início de Janeiro 30% dos telespectadores (600 mil) ainda não tinha feito a migração e 10% (200 mil) não contava fazê-la a tempo do switch-off. No entanto, um estudo independente realizado a nível nacional apenas 3 meses antes (em Setembro de 2011), indicava uma taxa de migração de apenas 3% das famílias sem televisão por subscrição! É assim previsível que um número significativo de população, sobretudo a mais carenciada, perca hoje o acesso aos quatro canais de televisão. Uma situação que aparentemente não preocupa demasiado os nossos responsáveis políticos.

A próxima fase do plano de switch-off ocorrerá a 13 de Fevereiro com o desligamento do emissor de Reguengo do Fetal e os retransmissores de: Vale de Santarém, Sobral da Lagoa, Mira de Aire, Candeeiros, Alcaria, Tomar, Ourém, Caranguejeira, Leiria, Alvaiázere, Avelar, Pombal, Castanheira de Pera, Espinhal, Senhora do Circo, Padrão, Ceira dos Vales, Vale de Açôr, Vila Nova de Ceira, Ceira, Coimbra, Caneiro, Cidreira, Lorvão, Penacova, Mortágua, Avô e Benfeita.

Posts relacionados:
Apagão adiado em vários pontos do país!
TDT: Emissores e Mapas de cobertura
TDT: problemas de recepção
TDT via satélite poderá custar mais de 200€
TDT: apagão em Alenquer exige reflexão

17 comentários:

Miguel disse...

"Em termos de população afectada será o maior apagão da migração para a TDT, cerca de dois milhões de pessoas segundo a ANACOM."
Dizes bem, segundo a ANACOM, que parece não fazer a mínima ideia do número real de pessoas que são afectadas por cada desligamento. Duvido muito que na zona coberta por Monsanto e todos os retransmissores que foram desligados hoje haja 2 milhões de pessoas a ver TV via antena terrestre, sendo ainda por cima essa zona a que tem maior cobertura e maior número de aderentes a plataformas de canais pagos. Estou para ver quais vão ser os números que eles vão apresentar quando desligarem os emissores da Lousã e de Montejunto...
Outra coisa que me tem irritado bastante nos últimos dias tem a ver com a informação prestada na página da ANACOM em relação ao apagão do dia 13 de Fevereiro, onde está escrito que as zonas de Torres Novas, Entroncamento e Barquinha vão ser afectadas por esse apagão e que tem levado muitas pessoas a ligarem-me para saber se é verdade, por terem receio de ficar sem TV nesse dia. Ora o único retransmissor desta zona (que faz uma cobertura muito reduzida por causa da geografia do terreno e com sinais fracos) a ser desligado nesse dia é o de Mira de Aire, que não é, repito, NÃO É, o que faz a cobertura analógica destes 3 concelhos. Essa é feita pelos emissores da Lousã e Montejunto que, como toda a gente sabe, só serão desligados a 26 de Abril. Só esses engenheiros/burrocratas da ANACOM, que nunca saíram dos seus gabinetes, é que parece desconhecerem isso. Isso e muitas outras realidades.

Yagi disse...

Já o disse várias vezes e dou bastante destaque no blogue: muitas das datas divulgadas pela ANACOM para os apagões estão erradas! Por exemplo relativamente ao distrito de Coimbra e Aveiro onde a grande maioria das localidades só vai ser afectada pelo apagão de 26 de Abril quando os emissores da Lousã, Monte da Virgem, Montejunto e Marão forem desligados, mas a ANACOM diz que é já em Fevereiro!

Isto só pode ser interpretado como um truque da ANACOM para apressar as pessoas a fazer a migração. Não acredito que sejam incompetentes a este ponto. A informação errada foi e continua a ser divulgada e muitas pessoas em várias zonas do país acreditam que vão ficar sem televisão já em Fevereiro, o que não é verdade. É (no minimo) um acto de grande desonestidade por parte da ANACOM!

Thyago Marques disse...

Fui uma das pessoas abrangidas por esse apagão e estou completamente chateado. Os canais digitais fartam-se de encravar, segundo a segundo.
Estou a entrar em stress, comprei a TV com o propósito de servir para a TDT e a imagem é péssima, é muito mais nítida, lá isso é verdade, mas aguenta segundos até encravar, ficar tremida, a imagem ficar toda distorcida.

Yagi disse...

Pixelização e freezes de imagem frequentes são sintoma de deficiência do sinal TDT. Verificar a instalação de antena. Há vários posts sobre o assunto neste blogue:
PROB. DE RECEPÇÃO, ANTENAS, ETC
COMO MELHORAR O SINAL TDT

Yagi disse...

Este é o apagão que afecta maior número de pessoas, mas a repercursão nas televisões foi mínima. Depois de algumas reportagens mais "contundentes" nos dois apagões anteriores, será que alguém "sugeriu" às televisões que seria "conveniente" moderarem as criticas? É o que parece...

amator disse...

Porque não é o sinal de satélite livre, sem recurso a qualquer cartão? A resposta é simples: -A PT está a fornecer-nos o serviço que tem no Hispasat para o Meo e como este é codificado, exige cartão. Se a TDT tivesse sido atribuída a outra companhia sem interesse na TV paga, essa teria as zonas sombra cobertas por via terrestre, já que alugar sinal no satélite ficar-lhe-ia muito caro. Enfim, está mais que visto que somos vítimas de compadrios, entre a ANACOM e a PT!.....

songohan disse...

Infelizmente aqui na margem sul do tejo o apagão deixou bastante gente sem televisão.
Pessoas idosas que foram a correr adquirir o descodificador, chegaram a casa montaram-no... e não tinham sinal.
Perto da casa dos meus pais, ajudei 3 famílias a montar antenas novas durante a tarde pois tinham ficado sem televisão e tinham descodificadores... só que as rabo de bacalhau bastante antigas não permitiam uma recepção suficiente.
Depois de ajudar o vizinho do lado, mais 2 casas abaixo vieram cá pedir ajuda que estavam com o mesmo problema...
Curioso foi que hoje de manhã, ainda mal passavam das 9 da manhã, pelo menos, 2 vendedores do MEO andavam a correr as ruas situadas na zona da Charneca da Caparica. Não existe cobertura por cabo... andavam a vender o serviço por satélite a quem não tinha televisão.

Netshark disse...

@Yagi
O teu ultimo comentário, reflecte o que venho a comentar neste blog. Eduardo Cardadeiro parece a Alice no Pais da Maravilhas, Zeinal Bava parece preocupado com tudo, menos a TDT. Quanto ao governo continua a comer pipocas e a ver o filme...
Com toda esta promiscuidade, nunca iremos longe neste e noutros sectores.

CMatomic disse...

Miguel Relvas recusa reabrir processo da TDT.
"Em entrevista à Antena1, o ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, afirma que está fechado o processo de reorganização dos canais televisivos a propósito da Televisão Digital Terrestre (TDT). “Não me peçam para reabrir processos e concursos quando este se iniciou agora”, sublinha."
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=523516&tm=9&layout=123&visual=61

Marta disse...

Bom, esta situação para mim só me leva a pensar no quanto as pessoas são discriminadas neste país que deveria ser de todos os portugueses!... Quando na cidade podemos ter os 4 canais (pagos) a 10€, a 20 kms temos de gastar 80€ numa parabólica e mais 40/50€ por mês, e que justificação pode haver!? Uns são portugueses de Portugal outros são portugueses do Atlântico…

Fiquei sem televisão com o apagão de dia 1, comprei um aparelho que liguei à minha antena interior porque não tenho mais nenhuma, e para minha frustração simplesmente não tenho televisão!!...
O que devo fazer? Contratar um electricista para vir à minha casa montar uma antena exterior, fazer buracos na parede, ver fios pendurados, enfim ter dinheiro para gastar, que neste momento é algo que começa a estar em vias de extinção para muitos portugueses...

O que posso concluir é que voltei ao tempo dos meus avós que tinham apenas rádio, isto se não houver outros interesses que levem a que precisemos de um "aparelho" para descodificar também o sinal de rádio.

Tudo isto entristecesse-me e deixa-me indignada porque no meio dos nossos problemas, ainda nos arranjam mais, parece que é um castigo de miúdos “portas-te mal, ficas sem televisão!”, sinceramente, quem se lembrou de TDTs havia era de ter ido à casa de banho a ver se lhe passava a vontade! As mudanças fazem-se para melhor não para ficar pior do que já estava, ainda não vi qualquer benefício nisto, senão para as empresas que ganham à conta de tudo isto, porque para o povinho isto só serve para continuarmos na ignorância como convém a alguns…

Peço desculpa pelo desabafo aqui neste espaço que foi dos poucos sítios que encontrei com informação clara sobre TDT, mas precisava fazê-lo pela revolta que sinto por tudo isto!...

Yagi disse...

A TDT por satélite não implica mensalidade. Paga o(s) receptor(es) e a instalação (se necessário). Toda a informação disponível neste blogue em DESTAQUES -> TDT VIA SATÉLITE

songohan disse...

Marta o seu problema pode ficar resolvido gastando só o valor da Antena. (deve conhecer alguém que lhe dê uma ajuda a trocar a antena que têm por uma que suporte a TDT).
Infelizmente a publicidade que a Anacom foi passando é que bastava adquirir o descodificador e ligar que ficava tudo a trabalhar... coisa que muitas vezes não acontece pois são instalações antigas, antenas antigas e orientadas para emissores que podem agora ter deixado de emitir ou estarem demasiado longe para cobrir a sua região.

Conversem com os vizinhos que alguém já deve ter TDT em casa.
Grande parte das vezes basta trocar as famosas "rabo de bacalhau" por uma antena nova, montar e orientar para o emissor mais próximo.
Caso tenham moradia com instalações mais complicadas é que é aconselhável contactar um técnico para que veja toda a instalação e realize as alterações necessárias para ter um sinal estável.
NÃO ACREDITEM É NOS VENDEDORES DA TVCABO E DO MEO QUE ANDAM A ESPALHAR QUE BOA PARTE DA MARGEM SUL do tejo é "zona sombra"... É MENTIRA!!!
Telefonei mesmo para o MEO para fazer queixa de um vendedor que me apareceu por aqui a tentar impingir o meo a dizer que isto era uma zona sombra... mesmo comigo a rir-me na cara dele porque já tenho TDT há mais de 1 ano, continou que nesta zona é impossível de ter e que eles estão a fazer preços muito mais baixos que os de mercado. Lá desistiu quando eu não conseguia rir mais e deixou um papelinho. Do meo disseram-me que fui eu que percebi mal...

Marta disse...

Pois, Yagi, a questão é apenas essa "Paga o(s) receptor(es) e a instalação (se necessário)".
Paga, paga, paga...
E quantas pessoas há que simplesmente não podem pagar!?

Estas coisas deviam ser feitas de forma a causarem o mínimo transtorno às pessoas, e quando fossem feitas fosse de igual forma para todo o país, mas isto sou eu a bater com a cabeça na parede, porque as minhas palavras não mudam nada, e ou sigo o rebanho ou fico para trás.

Obrigada, mais uma vez, pelo trabalho que tem feito, acredito que já ajudou muitas pessoas.

Yagi disse...

PROBLEMAS DE RECEPÇÃO?
Consultar neste blogue (Destaques):
PROB. DE RECEPÇÃO, ANTENAS, ETC
COMO MELHORAR O SINAL TDT
EMISSORES/MAPAS/FREQUÊNCIAS
TDT VIA SATÉLITE

Miguel disse...

Marta escreveu:
"Fiquei sem televisão com o apagão de dia 1, comprei um aparelho que liguei à minha antena interior porque não tenho mais nenhuma, e para minha frustração simplesmente não tenho televisão!!...
O que devo fazer? Contratar um electricista para vir à minha casa montar uma antena exterior, fazer buracos na parede, ver fios pendurados, enfim ter dinheiro para gastar, que neste momento é algo que começa a estar em vias de extinção para muitos portugueses..."
Tal como muita gente, você pensava que com a TDT bastava uma antena interior e já está, o sinal aparecia por obra e graça do Espírito Santo. Mande lá pôr uma antena exterior e vai ver que a sua reclamação não faz sentido.

Miguel disse...

O Hospital de Santa Maria ficou parcialmente sem televisão devido ao desligamento do emissor de Monsanto. Segundo o director clínico “Temos aparelhos tão antigos que não têm o conector para TDT. Como agora só há TDT, tenho de ter uma televisão nova”, disse João Correia da Cunha em entrevista à agência Lusa.

Por acaso este senhor estará a pensar comprar um descodificador para cada TV num hospital daquela dimensão? Deve ser doido.


Em seguida questionou: “Se eu quiser dar televisão a todos, quantos aparelhos preciso de ter?”

Eu respondo-lhe, senhor director: 4!
Foi o que fiz nos 3 hospitais do CHMT, que ainda tinham TV analógica até 26 de Abril mas já fizeram a transição, e onde não foi preciso trocar um único televisor!

Esta gente... Só se lembram de Santa Bárbara quando faz trovões. E de deitar dinheiro fora numa época de contenção.

Yagi disse...

É a qualidade da gestão que temos nos nossos hospitais. Devem ser uns 5 ou 6 gestores bem pagos e com várias regalias, mas nenhum se lembrou de pedir um orçamento a uma empresa da especialidade. Se o tivessem feito ficavam a saber que bastam 4 receptores TDT + 4 moduladores PAL. Não admira que se gaste tanto dinheiro com a saúde, com gestões assim não admira.