quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Só 3% dos portugueses já mudaram para a TDT!

Não há como mascarar os factos, a TDT está atrasadíssima como tenho vindo a dizer há largos meses. Finalmente há dados novos sobre o grau de “adesão” à Televisão Digital Terrestre e, sem surpresa, os números são péssimos. De acordo com um estudo realizado em Setembro, apenas 3% dos portugueses sem televisão paga já fez a migração para a TDT!

Recordo que em Novembro de 2010, um inquérito revelou que apenas 1,1% dos portugueses tinha mudado para a TDT. Ou seja desde Novembro de 2010 até meados de Setembro de 2011 (data deste inquérito), apenas mais 1,9% dos portugueses mudaram para a TDT! Tal como venho comprovando no terreno, e alertando, a taxa de migração é baixíssima e não há demagogia que consiga ocultar a realidade: a introdução da TDT em Portugal está a falhar!

Como será possível iniciar o switch-off analógico (apagão) em Janeiro de 2012 (daqui por 3 meses), quando 97% dos portugueses (sem televisão paga) ainda não estão preparados para a TDT?

Alguns dados do estudo:
  • 38.3% dos inquiridos não possuem TV paga em casa;
  • 92.4% dos inquiridos sem TV paga afirmaram receber TV analógica, via antena tradicional;
  • 3% dos inquiridos sem TV paga afirmaram receber televisão digital terrestre (TDT);
  • 62% dos inquiridos sem TV paga desconhecem que em 2012 está previsto o desligamento do sinal de TV analógica terrestre ;
  • 43.9% dos inquiridos sem TV paga afirmaram que o seu televisor não é compatível com a TDT e 41.5% responderam não saber se é compatível;
  • 55.4% dos inquiridos sem TV paga responderam não saber o que fazer para ter TDT;
  • 70.4% dos participantes no inquérito sem TV paga responderam não saber se podem receber TDT;
  • 44.6% responderam não saber se é necessário adaptar antena ;
  • 37.2% dos inquiridos sem TV paga e com TV analógica terrestre responderam que pensam adquirir um televisor ou caixa descodificadora só quando for obrigatório.
Tal como escrevi em Dezembro de 2010, antes mesmo de serem publicados os dados da taxa de migração, atingiu-se na altura um ponto a partir do qual já não seria possível concretizar um processo tranquilo de transição para a Televisão Digital Terrestre e o adiamento seria praticamente inevitável. Os dados agora divulgados confirmam que, basicamente, se perdeu mais um ano!

Resta saber até quando é que os políticos vão aguardar para tomar medidas concretas. Eu, pessoalmente e através do Blogue TDT em Portugal, já apontei os erros e apresentei soluções. Espero que após a entrega do estudo sobre o conceito de serviço público de rádio e televisão pelo Grupo de Trabalho criado para o efeito pelo Governo, sejam finalmente adoptada a solução defendida há anos pelo Blogue TDT em Portugal: RTP Memória e RTP Informação na TDT

Tal como o primeiro, este estudo é da responsabilidade da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e pode ser consultado na integra aqui.

Posts relacionados:
Caos na TDT – Governo pondera adiar “apagão” analógico!
TDT é recebida por menos de 2% dos portugueses!
Desligamento analógico: adiamento cada vez mais provável
TDT: adiamento do fim da televisão analógica no horizonte
TDT: 1ª Campanha de informação não traz novidades
TDT: 2ª campanha publicitária arrancou hoje
ANACOM foi ao Parlamento dar explicações sobre a TDT

18 comentários:

Miguel disse...

Na nossa TDT, números estatísticos baseados numa amostra representativa(?)esbarram na especificidade da situação real e duvido muito que possam ser apresentados como facto indesmentível. Basta o inquérito ter sido feito em zonas onde a maioria dos inquiridos não vai precisar de TDT para continuar a ver TV e, voilá, temos dados bombásticos.
Por falar em TV paga, parece-me que estes investigadores também ainda não perceberam que só quem tem TV paga em todas as TV's é que não vai precisar de TDT (pelo menos enquanto for cliente de TV paga). Eu deparo-me muitas vezes com esta questão vinda de pessoas que têm canais pagos em 1 ou duas das suas TV's e, por aquilo que ouvem ou lêem na informação que tem sido divulgada, acham que não precisam de mudar para a TDT. Quer dizer, até podem não mudar, mas ficam sem televisão nas outras TV's da casa.

ra20 disse...

Ontem ouvi um médico afirmar convictamente que só podia ver TDT quem tivesse televisão por cabo. E também afirmou que em Janeiro acabarão as antenas.

Por aqui podem ver os estado de desinformação geral da nossa população. Se um médico afirma isto com toda a convicção imaginem o que será dos idosos e do resto da população sem escolaridade.

É assim o estado da nossa TDT... A PT deve estar a esfregar a mãos com os Meos que vão vender...

Yagi disse...

O inquérito foi realizado por uma empresa especializada (GFK), a mesma que está a "trabalhar" com a ANACOM. Se a amostra é representativa como é afirmado (e tem sempre de ser representativa, senão o inquérito não é válido), tem de obedecer a muitos critérios, incluindo os inquiridos serem de várias zonas do país (representativas).

Não devemos colocar em causa o trabalho por não gostar-mos dos resultados. Devemos sim lutar para tentar inverter a situação.

Yagi disse...

Um médico ter essas afirmações não me admira nada. Até responsáveis pela implementação da TDT metem o pé na poça! Isto sem falar em pretensos "especialistas" em TV Digital que dão entrevistas e dizem asneira atrás de asneira.

Hoje é o switch-off na Nazaré. Se a tradição se manter, vamos ouvir mais algumas calinadas!

Miguel disse...

"Não devemos colocar em causa o trabalho por não gostarmos dos resultados."
Eu não coloco em causa os resultados. Só não me parece que espelhem a realidade.

"Devemos sim lutar para tentar inverter a situação."
É o que faço praticamente todos os dias desde Março de 2009. E bendito S. Pedro, que tem ajudado com este Outono fora do normal.

Daniel disse...

Existe muita confusão a cerca do assunto, por "burrice" das pessoas, é mesmo "à tuga", deixa ver no que vai dar.
Se a maioria soubesse que em Portugal é possível captar o sinal de Espanha, e nalgumas zonas do país, o de Marrocos, de certeza que não tinham TV paga.

A TDT não é um bicho de sete cabeças, e no meu entender, até é uma tecnologia relativamente fácil de compreender, faz-me confusão ouvir barbaridades da boca das pessoas, relativamente a este assunto, com toda a informação que há disponível nos média.

dani disse...

Eu também já mudei para a Tdt e tenho tv paga, o problema é que o sinal de dia é excelente e á noite simplesmente desaparece.

Yagi disse...

Se se vê TDT sem problemas apenas durante parte do dia, muito provavelemte o sinal não é excelente. O que pode ser excelente é a qualidade da imagem. Há vários posts aqui no Blogue sobre o assunto. Vêr Destaques. Se não conseguir solucionar o problema contactar um técnico competente.

t0nito disse...

Eu tou 100% de acordo com o Dani, de dia o sinal está excelente, (e não refiro à qualidade de imagem) 95% de sinal 96% qualidade, e de noite, sinal 95%, qualidade <25% do transmissor da zona industrial de Águeda. O software que tenho no pc também me indica valores por essa ordem. A minha antena é a DAT 45 Ref 1495 com a pré amplificação integrada activada. Por isso considero que a antena não seja má de todo pelo que leio na internet. Eu sei a causa do problema mas não a solução. A propagações troposféricas trazem sinais de outros emissores mais distantes e interferem com o sinal principal.

Para mim acho a solução satélite pouco viável pois tenho 5 tv's em casa teria que comprar 5 receptores satélite (mais caros) e um LNB com pelo menos o número de saídas para os receptores necessários (mais despesa...)

Eu tenho a certeza absoluta que vou ter problemas com a tv quando ocorrer o switch-off fazendo com que desista da televisão portuguesa. A minha sorte é saber inglês e ter uma parabólica apontada para o canais ingleses, que é o me vai safar, apesar de ser numa tv na mesma. Essa chularia não há de ver mais dinheiro meu...

Yagi disse...

Podem ocorrer interrupções do sinal devido a interferências causadas por propagação troposférica. Nesses casos a indicação de qualidade baixa e pode perder-se a emissão. Mas quase sempre são interrupções momentâneas.

Nas últimas semanas a propagação troposférica tem sido muito fraca nesta zona do país. Eu tenho várias antenas e recebo sinal de vários emissores (incluindo o de Águeda - Zona Industrial) e tenho detectado apenas quebras momentâneas de sinal que ocorrem tanto de dia como de noite. Mas as condições de recepção podem variar muito de local para local. Uma possível solução é utilizar uma antena o mais direccional possível e orientar a antena para outro emissor que fique numa direcção diferente.

Tal como disse quando a TDT arrancou, só á medida que o número de instalações TDT aumenta é possível detectar (e corrigir) eventuais problemas relacionados com a rede de emissores.

t0nito disse...

Pois Yagi, o problema é que na zona que eu estou em Sever do Vouga, só apanho mesmo o de Águeda e mais nenhum. Se ao menos instalassem um emissor na serra do arestal é que era!

Yagi disse...

Um emissor em Cedrim resolvia o problema da zona de Sever do Vouga e melhorava a cobertura em boa parte do distrito de Aveiro. A cobertura ainda não está terminada...

Asgard77 disse...

Eu realmente nao entendo porque nao se usa o emissor da Lousa ... mas bom.

Depois a campanha e uma m*rda autentica : se nao tem televisao paga, a partir de janeiro deixara de ver televisao!
Ve se logo quem financiou a Campanha , a PT , Para empurar o pessoal para o meo.

A potencia de certos emissores e Fraca demais.

Os equipamentos DTH so sao vendido em poucas lojas , eu comprei o meu em lagos, e passei longos minutos antes de encontrar estacionamento, ja entendi porque escolherem essa loja , nao podia ser em Portimao num CC , naaaao.

Alem disso e preciso provar que nao se tem TDT terrestre, porra ; nao me dao o equipamento, eu paguei o, ainda e preciso chatear se com tanta burocracia.
Em Italia ou França, e ir a qualquer loja , pegar , instalar, e ver.

Offerta da TDT e demasiado limitada, nao tem nada a nao ser a recuperaçao dos sinais analogicos, para isso, podiamos ficar ainda em analogico uns anos.
Nao ha HBB, Updates, Radios, Serviços de Tv suplementares, nem sinal HD, nem som 5.1 nem nada de nada, deve ser a pior TDT de toda a Europa !

Coisas pra fazer :
1 / Dar licenças sufficientes para encher 2 MUX
2 / Providenciar canais em HD e som Dolby
3/ Nao limitar a venda de DTH apenas a zonas sem cobertura , sabemos bem que mesmo nas ditas zonas cobertas ha buracos.
E como os telemoveis cobrir 99% da populaçao...sim sim.
Se ja houvesse isso tudo , ja seria mais serio. Depois ainda vem o resto.

Anónimo disse...

Não sei de que zona é o Dani mas o seu problema não único. Sou da zona Norte apanho TDT através do emissor de Santo Tirso e durante o dia tenho sinal de 75% de intensidade e 97% de qualidade. À noite entre 25% e zero. Isto é, não se vê TV.
Quando o tal médico diz que TDT só por cabo tem razão porque de outra forma não estou a ver, infelizmente. Pelo menos por agora.

Yagi disse...

Há-de haver muitos casos de problemas de recepção. Mas, antes de culpar a TDT, verifiquem a instalação de antena. Têm muita informação útil neste blogue. Se não conseguirem solucionar o problema, chamar um técnico competente ou reportar o problema à PT e à ANACOM.

Miranda disse...

Confirmo, em Amarante e direcionado para o Alvão, a emissão perde-se por completo a partir das 22h. De dia o sinal é perfeito, e de noite não se vê mesmo nada, no entanto, o sinal volta quando amanhece!

Yagi disse...

Amarante tem emissor TDT próprio. Porque não direcciona a antena para o emissor de Amarante?

Yagi disse...

Sem surpresa, os resultados deste inquérito passaram ao lado dos Srs jornalistas. Porque será?

Porque será que dão voz apenas a toda a demagogia que sai do regulador e silenciam a voz da população? Vergonhoso!!!