sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

TDT é recebida por menos de 2% dos portugueses!

Dados agora divulgados e que resultam de um inquérito da responsabilidade da Universidade Lusófona realizado em Novembro de 2010, confirmam o estado de impasse da televisão digital terrestre portuguesa.

Neste inquérito, dos 1198 inquiridos que afirmaram ter televisão em casa, 45,3% responderam não ter televisão paga em casa. Destes, 96,7% afirmaram ter TV analógica, enquanto 1,8% dos inquiridos afirmaram receber o sinal de TV por uma parabólica e apenas 1,1% afirmaram receber a televisão digital terrestre. Dado que o número de portugueses com televisão paga em casa e que recebem também a TDT deverá ser igualmente marginal isso significará que a taxa de adesão à TDT deverá ser inferior a 2%, valor que coincide com a minha própria avaliação no terreno e que já tive oportunidade de partilhar neste blogue.

É também sem surpresa que se pode constatar um aumento de cerca de 19% no número de subscritores de televisão por cabo em relação a Fevereiro de 2008. Este aumento de subscritores beneficiou um operador específico, o mesmo que “patrocina” a TDT, imagine-se!

Mas não é só o valor da taxa de adesão à TDT que è francamente mau. Cerca de 9 em cada 10 portugueses (92%) com idade superior a 18 anos não soube identificar o ano em que cessam as emissões de televisão analógica em Portugal (2012). E o inquérito revelou também que para 60% dos inquiridos os custos com a mudança são a preocupação principal e 50% mostraram preocupação com as questões práticas da mudança (cablagem e instalação do equipamento).

Este inquérito vem confirmar a falta de informação da população, e a baixíssima taxa de adesão à TDT, como tenho repetidamente alertado no Blogue TDT em Portugal. Estes dados são tanto mais alarmantes quanto estamos a apenas um ano do previsto início do desligamento dos principais emissores de televisão.

Recordo que, já um anterior estudo realizado em 2008 pelo Obercom, e divulgado no blogue TDT em Portugal, apontava para a falta de informação da população. Quase três anos depois, sem surpresa, a situação pouco evoluiu. As autoridades sabem (a ANACOM até é parceira neste projecto) mas, infelizmente, não agem!

O inquérito faz parte do projecto de investigação ADOPT-DTV coordenado pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em parceria com a ANACOM e o OBERCOM e pode ser acedido no site do projecto.

Posts relacionados:
Desligamento analógico: adiamento cada vez mais provável
TDT portuguesa - Que futuro?
A TDT é um sucesso!
Televisores: menos de 5% estão preparados para a TDT
TDT: Portugueses não estão informados

14 comentários:

Pedro Viana disse...

O aumento de subscritores julgo que á para todos os operadores.

Todos eles ligam para casa das pessoas a vender a ideia que a TV analogica vai acabar em 2012 (o que é verdade) mas que para continuar a ver TV vai ter que aderir aos seus serviços.

Todos tão a fazer isso. A PT, ZON, Vodafone, Optimus...

Netshark disse...

É absolutamente normal. Tenho uma placa que ja foi testada em cerca de 10 locais diferentes, e somente em 2 tinha cobertura. Vai ser tão lindo daqui a um ano ver alguem altamente (i)responsavel a enfiar o barrete.

Wolftec disse...

Enquanto isso surgem noticias, que alguns vendedores de operadores pay-tv, andam a entrar na casa das pessoas a dizer que televisão off-air vai acabar e que tem de aderir á TV Cabo se querem continuar a ter televisão!!
Já não é a falta de informação, é uma campanha de desinformação, com grande beneficios para quem tem a TDT na mão.

songohan disse...

Como já discutimos aqui aquando da petição, o problema principal para a publicidade à TDT é a falta de conteúdos. Para qualquer pessoa que veja a TDT actual, não existe qualquer vantagem em trocar a recepção analógica pela digital. A única coisa nova que está disponível na TDT é o EPG, onde existe informação mais precisa sobre a programação dos canais.
De resto a dita (e considerada por muitos jovens) como a grandiosa vantagem da TDT com a melhor qualidade de imagem não chama ninguém para aderir. Mesmo os canais HD das tvs por subscrição estão com audiências muito baixas.
Com isso, juntando o canal "escuro" que está a ocupar a 5 posição, é mais do que óbvio que ninguém está interessado em gastar 300 ou mais euros para mudar instalações (na casa dos meus pais foi necessário instalar um amplificador de sinal e ainda será necessário remodelar a instalação pois ela foi feita para o sistema analógico com várias quebras o que acaba por cortar o sinal em várias divisões da casa).
Se surgissem mais canais como está a acontecer por todo o mundo que está a fazer a passagem do analógico para o digital, existia um incentivo brutal para as pessoas passarem do analógico para o digital... mas também existia a opção de muita gente mudar do cabo para a TDT. O que iria contra os objectivos financeiros da empresa que detêm os direitos da TDT em Portugal.
Porque se se forem ver os canais mais vistos nos operadores de cabo, vemos que são os 4 nacionais, sic notícias, sic radical, hollywood e canais de séries (axn, mov e foxs). Tudo o resto tem uma audiência muito reduzida... incluíndo os vários payperview onde a Sportv é a que tem mais audiência, no entanto acaba por ficar atrás de todos os outros canais gerais sendo que muita gente tem pacotes básicos só com os canais mais vistos e a sportv.
A junção de mais canais no mux A até levaria a própria PT a poder pensar em adquirir um dos outros muxs para vir a colocar lá os operadores pay per view pois nessa altura já teriam muita gente a usar a TDT e que poderiam aderir aos PPV por cartões pré pagos.
Temos o grande exemplo da TNT frança que a própria liga de futebol francês quer 2 canais para poder emitir em PPV os jogos do campeonato.
Tudo porque muita gente gostaria mais de adquirir um cartão tal e qual os telemóveis e comprar "bilhete" para determinado jogo. E o mercado da TDT está bem instalado e dá para obter lucros daí.
Mas cá em Portugal temos as operadoras a ter lucros de 600 milhões por semestre e nisso não se pode tocar.

Yagi disse...

Caro Pedro Viana,

O aumento de subscritores verifica-se para o MEO. Todos os principais concorrentes (ZON e CaboVisão) têm perdido subscritores.

Yagi disse...

Netshark,
Em muitas localidades o sinal TDT até está presente, mas é necessária uma instalação muito mais cuidada do que a que muitas pessoas têm actualmente. Até já publiquei dois posts sobre o assunto. Mas concordo, há muitas zonas sem cobertura.

Yagi disse...

Wolftec,
Sim, há comerciais desonestos a telefonar para casa das pessoas com a ladainha do fim da televisão. Eu próprio tenho familiares que já receberam essas chamadas (da ZON) e já tinha comentado no blogue. Mas, como diz, há relatos que alguns vendedores de outros operadores estão a fazer o mesmo. As autoridades deveriam estar atentas e aplicar multas.

Esperemos que a prometida campanha de informação seja esclarecedora, sobretudo para as pessoas mais vulneráveis.

@_Anonimo disse...

mais um canal da rtp para os serviços pagos de cabo/satelite RTP Musica

Yagi disse...

«mais um canal da rtp para os serviços pagos de cabo/satelite RTP Musica»

Os operadores de televisão por cabo/satélite agradecem a excelente "colaboração" da RTP!

Nuno Meireles disse...

Eu próprio já recebi várias vezes em casa telefonemas a dizer que a televisão tradicional vai acabar para o ano. Dizem eles que tenho de aderir á Meo ou Zon para poder ter televisão .Pedi para estes senhores se identificarem mas recusam a dar os dados da empresa ou pessoa que telefona para casa.
Era bom que houvesse uma campanha de informação nos 4 canais gratuitos sobre a TDT.

Yagi disse...

Comentário recebido do leitor RISO:

Agora vale tudo, no concelho de Alenquer somos constantemente Ameacados pelas ZON e PT.
Ou aderimos a um pacote de TV PAGO ou ficamos " sem tv dentro de 15 dias ".
Já estou farto disto acho que vou desligar o telefone.
ONDE ESTÁ A AUTORIDADE DA CONCORRENCIA? POR FAVOR ACABEM COM ESTA TORTURA!!

antonio disse...

António.

Praticamente desconheço o que é a TDT, como muita gente. Esperava uma campanha esclarecedora, clara e objectiva. Saíu uma coisa que considero lamentável. Não informa rigorosamente nada. E é cara, com certeza. Aquelas caras todas que aparecem não acrescentam nada. Nada funciona neste desgraçado país.

eugenio disse...

Já tenho tdt á cerca de um ano, nos últimos quinze dias tive problemas com a recepção do canais tdt em minha casa,inclusive já estou sem sinal á dois dias e não me sabem dizer qual é o problema,foi praticamente na mesma altura que começaram a fazer publicidade na televisão.Que serviço fantástico.

pedro disse...

TENTEI COLOCAR ESTE COMENTÁRIO NO SITE DA RTP

(http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Campanha-de-sensibilizacao-para-a-TDT-arranca-em-variasfrentes.rtparticle=423115visual=3&layout=10&tm=8)

MAS ATÉ AGORA NADA...

"Até aqui, mostramos ser uma vergonha quando comparados com o resto da Europa. Só a Irlanda oferece apenas 4 canais livres, sendo que a maioria oferece muito mais, para além de canais pagos (que à PT do meo não convém explorar) e bastantes regionais. Devia ser obrigatório porem
na TDT os canais Memória, RTP-N, RTP África, etc, que são pagos por todos nós contribuintes. Era o mínimo exigível. A PT está pouco interessada em informar correctamente a população, já há inúmeros casos de burla, a qualidade de imagem nas boxes mais baratas deixa muito a desejar, o zapping é lentíssimo, a função PVR não ficará disponível àqueles que recorrerem a receptores via satélite subsidiados (por
falta de cobertura terrestre), ou seja, uma grande parte da população, a mais carenciada, vai ficar pior do que já estava e ainda por cima vai pagar por isso. Depois optou-se pelo MPEG-4 cuja principal vantagem era a Alta Definição, que não vai acontecer, mas faz com que a grande maioria de receptores comprados antes de 2009, e mesmo alguns depois, fiquem inaptos para o TDT português. Excelente!"

ISTO, DE FACTO, PARECE UMA OBRA PRIMA, MAS AO CONTRÁRIO!