sexta-feira, 19 de junho de 2009

Petição: Pela emissão da RTPN e RTP Memória na TDT em canal aberto

Como é do conhecimento dos leitores, actualmente não há grande incentivo para aderir à TDT.

Afím de inverter esta situação, tem sido sugerida como solução, a emissão dos canais RTPN e RTP Memória no espaço livre do Mux A.

Para além do envio de mensagens a várias entidades, sugeridas no post anterior, foi agora criada uma petição online para que todos os interessados possam assinar, dando assim apoio a esta solução.

Petição Pela emissão da RTPN e RTP Memória na TDT em canal aberto

Exmo. Sr. Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações

Os signatários vêm solicitar a sua atenção para os seguintes factos:

1. A 29 de Abril do corrente ano arrancaram em Portugal as primeiras emissões oficiais de televisão digital terrestre (TDT).

2. Portugal é dos últimos países europeus a iniciar o processo de transição do sistema de televisão analógica para o sistema de televisão digital terrestre.

3. Segundo recomendação da Comunidade Europeia e já regulado pelo Governo, o encerramento das emissões de televisão analógica será em Abril de 2012.

4. O concurso que atribuiu a licença de exploração do Mux A ou seja, da TDT de acesso não condicionado livre (canais gratuitos), salvaguardou espaço para a difusão de um canal em alta definição e de um 5º canal generalista em definição standard.

5. O concurso para a atribuição da licença do 5º canal terminou sem vencedor. Aliás, os dois únicos candidatos foram chumbados pela ERC.

6. O canal em alta definição, que deveria transmitir programação dos canais públicos e privados nunca se materializou devido à falta de acordo entre os canais.

7. Como foi reconhecido por responsáveis do Governo, a existência de uma oferta televisiva para além dos quatro canais actuais seria um factor extremamente importante para assegurar o sucesso da televisão digital terrestre e um apoio muito significativo na fase de transição. Esta, aliás, tem sido a estratégia seguida por vários outros países em que, por exemplo, os operadores públicos disponibilizaram novos canais temáticos na plataforma de TDT.

8. Não se perspectiva a breve prazo uma alteração da situação de impasse em que o 5º canal e o canal de alta definição se encontram.

9. Em 2004, aquando do lançamento dos canais RTPN e RTP Memória, foi dada como justificação para a sua não difusão na rede analógica de televisão a falta de espectro (espaço) radioeléctrico. Os canais ficaram disponíveis apenas nasplataformas de canais pagos.

10. Actualmente existe espectro (espaço) livre no Mux A para a difusão de, pelo menos, mais dois canais em definição standard.

Pelo exposto, vimos solicitar:

A difusão dos canais RTPN e RTP Memória em sinal aberto no espaço livre do Mux A da TDT.

Lisboa, 17 de Junho de 2009

Ajude a divulgar esta petição!

Sugestões:
- Envie um email a todos os seus contactos e peça-lhes que o reencaminhem.
- Divulgue a petição em fóruns e blogues colocando um link para a petição: http://www.peticao.com.pt/tdt-canal-aberto
- Espalhe a palavra.

Notícias relacionadas:

8 comentários:

Eduardo disse...

Vamos acreditar em que isto pode mudar alguma coisa!!!

Amandio Leal disse...

O email que enviei ao Provedor do Telespectador já está a produzir efeitos. Acabei de ser contactado pela equipa do Programa do Provedor do Telespectador para a marcação de uma entrevista, para falar do assunto TDT (RTP-N e RTP Memória). Mostraram alguma urgência na marcação, tendo ficada para a próxima terça-feira, dia 30. Se alguém quiser dar sugestões, esteja à vontade.

Yagi disse...

Entrevista para o Programa do Provedor do Telespectador:

Vários leitores do Blog TDT-Portugal foram ou estão a ser contactados para prestar depoimento gravado sobre a questão da emissão da RTPN e RTP Memória na TDT, em sinal aberto, para o programa a Voz do Cidadão, a emitir em breve na RTP.

Isso é mais uma prova de que vale sempre a pena tentar fazer valer os nossos direitos. Baixar os braços nunca resolveu nada!

Yagi disse...

Amandio,

Deve dar as suas opiniões sobre os assuntos em debate. Se concordar com os pontos de vista publicados no blog pode usá-los, claro.

Pode por exemplo abordar:
- O facto dos canais RTPN e RTP Memória utilizarem meios que são ou foram financiados pelo Orçamento de Estado e pelas taxas pagas por todos os contribuintes.

- Actualmente haver espaço na TDT para emitir os canais em sinal aberto e quando arrancaram a justificação que foi dada foi a falta de espaço no sistema analógico.

- Os canais públicos de muitos outros países emitem novos canais temáticos gratuitos na TDT: Espanha, Itália, Reino Unido...

- A oferta de mais canais em sinal aberto seria um importante incentivo à adesão à TDT. Facto reconhecido inclusivamente pelo Governo.

ra20 disse...

Penso que caso os outros operadores se sintam prejudicados lhes deveria ser dada a hipotese de também poderem emitir os seus canais em modo aberto através da TDT. E assim ficariamos todos a ganhar.

joecurtis disse...

Eu também vou assinar. Mas vocês acreditam u a SIC e a TVI vão permitir isso? eu não. O sr Balsemão por exemplo, ia logo impugnar, nem que se seja só para ser do contra em relação à RTP. Mas eu bem as razões que ele a Prisa iam argumentar: publicidade e roubo de audiências. Mas era mesmo bom para começar.

Yagi disse...

ra20,

Uma coisa de cada vez. Depois do apagão há possibilidade de mais canais. Os canais do operador público devem ter prioridade (na minha opinião).

Yagi disse...

joecurtis,

O Governo tem voto na matéria. Os privados querem tudo e mais alguma coisa, de preferência sem gastar um cêntimo. Há que ter pulso firme.

Se nos acomodar-mos com a situação, então é que nada irá mudar!