segunda-feira, 17 de novembro de 2008

TDT: adaptadores não vão ser subsidiados

A proposta do Orçamento de Estado para 2009 não contempla verbas para o apoio à implantação da TDT. A ser aprovada tal como está, tudo indica que o preço das set-top box (receptores ou adaptadores) não será subsidiado pelo Estado.

Recorde-se que uma set-top box apta a receber a TDT portuguesa custa actualmente cerca de 190€, livre de operador.

Subsidios para a aquisição de receptores, se chegarem a ser concedidos, provavelmente só para 2010/2011, próximo da data do switchover. O arranque da TDT está previsto para Abril do próximo ano.

Actualização 10/12/2008
Segundo notícia publicada hoje no portal Sapo a PT irá gastar 15 milhões de euros na subsidiação dos equipamentos.

Links:
Proposta O.E. 2009
TDT portuguesa em MPEG4
RTP alerta para o preço elevado das «set top box»

7 comentários:

Frank Leppert disse...

E acho muito bem que o Estado - por outras palavras "nós" - não subvencionamos os negócios e más escolhas da PT. São esses que deviam entregar gratuitamente um receptor MPEG-4 para todos os cidadãos que têm televisão em casa em recompensa de poderem explorar os Muxes comerciais.

Yagi disse...

Pois, os subsidios do Estado saem dos nossos impostos!
A opção pelo MPEG4 beneficia essencialmente a PT, porque permite-lhe colocar mais canais nos MUXs e tornar a oferta comercial mais atraente e rentável. Agora, como é que a PT vai dar ou vender por 40/50€receptores TDT com valor comercial de 190€? Seria ruinoso! Eles certamente vão é propor a compra do receptor por um valor mais baixo apenas a quem assinar um pacote de canais como fazem com o MEO satélite! Na véspera do apagão devem então oferecer alguns receptores a alguns velhinhos...
Espero estar enganado, mas acho que é nesse sentido que as coisas caminham!

joecurtis disse...

Está o "caldo" entornado. Pessoas como eu que adquiriram em Espanha receptores a 25€ ficam na prateleira, milhares de LCDs com mpeg2... e pelo que vejo por essa Europa só baixam os preços dos mpeg4 quando as TDTs tiverem HD em massa. Ou seja,o Portuga vai pagar se quiser ver. Mais uma vergonha e das grandes. Ao menos subsidiavam... para já.!!!

Yagi disse...

O preço dos equipamentos MPEG4 é actualmente ~5x mais alto e vai demorar anos até chegar ao nível de preços do MPEG2. O subsídio, se chegar, duvido que seja para todos. E não esquecer que é necessário um receptor para cada televisor! Vai dar uma bonita conta...
Cada vez gosto mais do analógico :)

Anónimo disse...

Eu comprei um LCD da Sony, e a diferença entre dois modelos q a unica diferença era ter o mpg4 so custava mais 70€, ou seja o LCD de 32" com mpg4 custou 830€...

Yagi disse...

A diferença de preços entre os equipamentos mpeg4 e mpeg2 é maior nos receptores. Nos televisores a diferença é menor porque há componentes comuns (fonte alimentação, caixa, etc) e há outros custos que não existem quando o receptor de TDT está integrado no televisor. O que normalmente não permite é a gravação de programas, mas é bem provável que também surjam televisores com mpeg4 e gravador integrado.

Anónimo disse...

Em 1º. lugar muito obrigado pelas informações disponíveis no blog.

Casualmente, e quando procurava alguma informação sobre este assunto, vim cá parar.

Sem dúvida que tudo indica que muito brevemente poderá haver alguns milhares de compradores defraudados. Ainda ontem verifiquei no Media Markt e na Rádio Popular (Sintra) a enorme quantidade de pessoas a pretender comprar LCDs e Plasmas exclusivamente com base nas medidas e nos preços das respectivas "promoções" sem que tivessem qualquer tipo de informação sobre as características dos mesmos. No Media Markt, e porque os dois funcionários da secção "desapareciam" no meio das dezenas de clientes, reparei que algumas pessoas acabaram por desistir de fazer perguntas e decidiram sozinhas (talvez já tivessem alguma informação ...). Na inauguração da Rádio Popular das Caldas da Rainha, há cerca de 2 semanas, vendiam-se televisões a 60 Euros cada, no máximo de 3 por cliente (para aguçar o apetite!) sem que fosse dado qualquer esclarecimento que não fosse o do total a pagar. Rapidamente as TVs esgotaram. Como reagirão estas pessoas quando daqui a algum tempo souberem que terão que pagar 150 ou 200 euros mais se quiserem tirar algum proveito daqueles aparelhos de TV, presentes tão "baratinhos" mas tão envenenados?

Quando ontem disse a um vendedor que a PT já tinha ganho o concurso da TDT e que seria necessária a compatibilidade dos televisores com a norma DVB-T e a descodificação de vídeo em MPEG-4/H.264, e que inclusivemente já haveria emissões experimentais, ele olhou para mim como se eu fosse o "ET" e exclamou: "Ena pá, grande bronca. Acredite que se calhar 90% dos televisores que aqui estão e que temos vendido não estão preparados para isso.".

Estando este assunto directamente relacionado com quem mais capacidade tem em comunicar, também me parece este "silêncio" estar a ser demasiado silencioso para poder ser considerado inocente.

Da minha parte irei dar conhecimento do blog ao maior número de pessoas que me fôr possível.

Uma vez mais obrigado pelo vosso trabalho.

Cumprimentos.